compartilhar esta notícia no facebook

publicada em 07/05/2017

De virada, São José vence mais uma fora de casa

No último sábado, 6, o São José visitou a equipe do Atlético de Mogi, no Estádio do Nogueirão, em Mogi das Cruzes. O que aparentemente seria um jogo tranquilo, já que o CA Mogi era o pior time do grupo, com a pior defesa do campeonato e nenhum gol marcado em três jogos, acabou se tornando um jogo difícil, equilibrado. 

Logo no primeiro minuto de jogo, em uma tentativa de cruzamento, o goleiro Robert subiu bem e mandou a bola para escanteio. Na cobrança, a bola sobrou nos pés de um dos anfitriões da casa, que mandou um chute forte nas mãos de Robert, que defendeu, mas sem conseguir encaixar, ela sobrou para Wellington, que abriu o placar

Após gol rápido na partida, se por um lado o Mogi se fechou todo e começou a atuar na retranca, por outro, a Águia buscava a virada e tinha muito mais volume de jogo do que o time da casa. No entanto, os joseenses pecavam na hora da finalização e na criação de chances claras de gol. 

Com o término da primeira etapa e atuando abaixo daquilo que os joseenses vinham apresentando nas últimas partidas, o técnico José Francisco de Oliveira resolver sacar o camisa 10, Matheus Carioca, para a entrada do 20, o estreante Matheus Rebé. A substituição surtiu efeito, já que este entrou para "colocar fogo" no jogo, com uma atuação que animou os torcedores ali presentes. 

O time dava sinais de melhora, mas poderia ter o trabalho dificultado, já que com 16 minutos, o lateral-esquerdo Maicon acabou expulso após receber falta e se desentender com um jogador de Mogi. Felizmente, a expulsão não trouxe maiores consequências para a Águia, porque mesmo assim, o time continuou jogando bem e mantendo-se agressivo ofensivamente. 

Aos 20 da etapa complementar, em jogada pela direita, o artilheiro Victor Feijão cruzou precisamente para Cazu, que aparecia do lado esquerdo do gol, quase na trave, para concretizar a jogada de cabeça. Cerca de cinco minutos depois, Matheus Rebé aparecia na linha de fundo para encontrar passe perfeito para o centroavante Ruero chutar rasteiro no cantinho e completar a virada da Águia.

Com o feito, o lateral do Mogi, Pablo, se revoltou, agrediu verbalmente o árbitro da partida e acabou também expulso. O jogo que agora era disputado por apenas vinte homens, teve sua forma alterada, pois foi a vez da Águia se fechar e garantir o placar até o apito final. 

Com o resultado, o São José continua com a melhor campanha do Grupo 4 e chega a vice-liderança (tem um jogo a menos) com 10 pontos. O próximo compromisso joseense está marcado para o próximo sábado, 13, às 19 horas, no Estádio Martins Pereira, contra o Real Cubatense, quinto colocado do grupo.

FICHA TÉCNICA:

CA MOGI 1 X 2 SÃO JOSÉ EC

Local: Estádio do Nogueirão, em Mogi das Cruzes (SP)

Data: 6 de maio de 2017, sábado

Horário: 15 horas (de Brasília)

Árbitro: Leandro Carvalho da Silva

Assistentes: Patrick André Bardauil e Domingos da Silva Chagas

Gols:

CA MOGI: Wellington, no primeiro minuto do primeiro tempo

SÃO JOSÉ: Cazu, aos 20 minutos do segundo tempo; Ruero, aos 24 minutos do segundo tempo

SÃO JOSÉ: Robert; Léo Félix, Josué, Cazu e Maicon; Bruno, Anderson, Matheus Carioca (Matheus Rebé - intervalo) e Victor Feijão (Sydney 22'/2ºT); Ruero e Brener (Gustavo 13'/2°T)

Técnico: José Francisco de Oliveira

CA MOGI: Dida; Pablo, Wellington, Roan e Félix; Pedro (Jefferson 14'/2ºT - Deriki 33'/2°T), Vinícius (Lucas 19'/2°T), Diogenys e Jambinho; Victor e Ricardo

Técnico: Edinho Poá


 

Deixe seu comentário aqui

 

  voltar

Próximo jogo

x
24/06/2017 às 19:30hs - Camp. Paulista - 2ª Divisão
Estádio Martins Pereira

Jogo anterior

1 x 1
17/06/2017 às 15:00hs - Camp. Paulista - 2ª Divisão
Estádio Pedro Benedetti - Mauá (FORA DE CASA)

Parceiros & Patrocinadores